Tom de Base: as melhores dicas para não errar mais!

A escolha do tom de base é uma das principais dúvidas de quem quer aprender a se maquiar. Afinal, a cor pode fazer toda a diferença no resultado final, sendo a nuance entre uma make elegante e um desastre!

Enquanto maquiadores profissionais têm o olhar treinado para identificar corretamente o tom e subtom de suas clientes, nem sempre isso acontece quando o assunto é a automaquiagem. Por isso, é preciso ter paciência para procurar esse item indispensável nos lugares corretos e testar na sua pele quantas vezes foram necessárias.

A base tem como função esconder imperfeições do rosto, deixando ele mais uniforme. Porém, quando mal aplicada e escolhida no tom errado, ela pode estragar com toda a produção, deixando a pessoa com tons alaranjados, muito amarelados, muito rosados, muito escuros ou até mesmo muito claros. É o famoso rosto de fantasma!

O tom de base ideal é aquele que, quando aplicada sobre a pele, desaparece devido à semelhança com a cor natural do seu rosto, não deixando o rosto desconexo com o restante do corpo.

Para te ajudar a escolher o produto certo, separamos aqui dicas básicas para escolher a base com sabedoria. Vamos lá?

Veja as melhores dicas para escolher o tom de base:

Conheça o sua pele antes de escolher o seu tom de base

Tom de Base: as melhores dicas para não errar mais! 1

Você tem o tom de pele claro, médio ou escuro? É fundamental definir essa primeira etapa porque só assim você já consegue eliminar várias outras opções de produtos, disponíveis no mercado.

Ao chegar às lojas, você vai encontrar prateleiras e mais prateleiras de tons diferentes. Geralmente, as bases são dispostas da mais clara para a mais escura. Sendo assim, o primeiro passo é encontrar as que mais se aproximam do seu tom.

Descubra o seu subtom

Você sabia que além de uma tonalidade nossa pele também tem um subtom? Sim! Ele pode ser quente, frio ou neutro.

Essa definição também é fundamental na hora de escolher a base, pois além do tom padrão, é importante analisar qual cor de fundo deve predominar.

Uma boa dica para descobrir é analisar suas veias do braço ou do pulso para descobrir qual é o seu subtom.

Veias azuis e menos aparentes costumam ser classificadas como frias. Enquanto isso, veias esverdeadas e mais aparentes na pele costumam ser quentes quentes.

Por fim, o subtom neutro apresentará uma mistura das duas características citadas. Confira a tonalidade da base que cada uma deve ter:

  • Subtom frio: Base com tonalidade puxada para o cinza e rosado;
  • Subtom quente: Base com tonalidade puxada para o amarelo;
  • Subtom neutro: Base com tonalidade puxada para amarelo, castanho e marfim.

Vale lembrar que essas descrições não são uma regra, mas podem ajudar você a começar. Abaixo, veja mais dicas de como identificar o seu subtom:

Teste no rosto para escolher o se tom de base

Tom de base - Teste diretamente no rosto

Em seguida, ignore essa ideia fixa de testar a base no pulso ou na mão. O ideal é testar diretamente no rosto, de preferência no contorno do maxilar.

Dessa forma, você poderá comparar a cor do rosto e do colo logo após a aplicação. Ambas as regiões têm que ficar bem semelhantes.

Aplique uma pequena quantidade de base no maxilar e dê pequenas batidinhas com o dedo para espalhar. Se a base ficar quase desaparecida do seu rosto, isso significa que ela pode ser usada!

Teste tons um próximo do outro

Uma dica bem boa para escolher o seu tom de base é passar três cores diferentes de uma só vez, pertinho uma da outra. Isso é ideal para quem não tem certeza do subtom – ou seja, você vai testar três bases do mesmo tom, mas com subtons diferentes.

Sendo assim, fica muito mais fácil perceber as nuances de cada uma! Aquela que ficar mais imperceptível no seu rosto deve ser a escolhida por você.

Teste em ambos os lados da face

Além disso, outra dica para auxiliar na hora de escolher o seu tom de base é passar duas diferentes em ambos os lados da face.

Assim você consegue olhar em um espelho e comparar, escolhendo qual das duas opções fica menos imperceptível. 

Colo diferente do rosto?

O que fazer com o colo quando ele é mais rosado e o rosto mais bege? (ou vice e versa).

O ideal é uniformizar a pele do rosto com o tom de base escolhido ao invés de uniformizar o colo de acordo com tom facial. Isso porque o colo é uma região muito maior e difícil de ser neutralizado.

Já o rosto consegue ficar mais homogêneo. Se o rosto estiver mais rosado, aplique uma base puxada para o rosa.

Se for mais bege, passe então um produto desse mesmo grupo para dar uma quebrada no aspecto rosado.

Misturando cores para encontrar o seu tom de base

Tom de Base: as melhores dicas para não errar mais! 2

Está muito difícil encontrar o seu tom de base ideal? Então faça uma mistura utilizando duas, três ou mais bases que você se identificar.

Assim, você chega numa cor ideal e personalizada para você.

Essa dica é muito válida para negras que, geralmente, têm mais dificuldade em encontrar uma base convincente com o seu rosto.

Não se esqueça de anotar essa formulação para poder utilizar depois, quando terminar os produtos.

Misture com um hidrante

Para chegar ao tom certo, a dica para as pessoas de pele mais clara é misturar uma base um tom mais escuro que a sua com um hidratante facial branco.

Teste em ambientes com luzes diferentes

Boa iluminação facilita encontrar o seu tom de base

Na hora de comprar uma base é muito importante testar ela em diferentes ambientes, que tenham iluminação diferente.

É muito comum comprar o produto na loja e depois passar em casa e o resultado ficar diferente do desejado.

Isso ocorre geralmente porque as luzes de uma loja são mais intensas e potentes que as demais.

Ao testar a base, aplique e vá dar uma volta fora da loja. Assim, você consegue comparar em outros ambientes e luzes. Nesse caso, é muito importante testar também em ambiente que tenha luz natural.

Comprou a base do tom errado?

Se você tiver comprado a base do tom errado, não se preocupe! Existem algumas dicas do que fazer para não perder o seu dinheiro.

Caso a base seja mais clara do que o seu tom de pele, o ideal é que você aplique ela em todo o rosto e, em seguida, invista no contorno. Com um pó compacto mais escuro que a sua pele ou um corretivo também mais escuro, faça o contorno na testa, nas laterais do rosto, no nariz e até mesmo na mandíbula. Dessa forma, a base mais clara vai servir quase como um iluminador!

Caso contrário, se você comprou uma base mais escura, a dica aqui é o inverno. Aplique a base em todo o rosto e, em seguida, faça pontos de iluminação com um corretivo mais claro. Aplique esse corretivo no centro da testa, no nariz, abaixo dos olhos, no queixo e acima da mandíbula. Entendeu por que? Isso mesmo! A base mais escura vai virar o seu contorno!

Lembre-se de que a maquiagem é bastante versátil e o importante é testar diferentes técnicas para aproveitar todos os produtos.

Da mesma forma, antes de comprar qualquer item de make, pesquise muito! Está precisando de uma base agora mesmo? Pesquise antes de comprar uma para evitar produções muito desconexas!

Vale também consultar profissionais da área e pessoas que tenham uma pele semelhante com a sua. Boa sorte!

E aí, o que você achou das dicas? Caso ainda tenha dúvidas sobre o tema, deixe seu comentário abaixo. Além disso, aproveite para compartilhar o artigo nas redes sociais.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima